Home  |  ARCA Brasil  |  Imprensa  |  Mapa do site  |  Contato

Conteúdos on-line: Animais de produção - Porcos


Os suínos pertencem à espécie Sus scrofa. O macho adulto denomina-se porco e quando reprodutor: cachaço ou varrão, a fêmea é a porca ou matriz (quando reprodutora), e os filhotes são os leitões ou leitoas.

São animais gregários que desenvolveram estruturas sociais complexas e sistemas de comunicação engenhosos. Em condições naturais vivem em sociedades hierarquicamente formadas tanto pela força ou pelas habilidades. No topo da sociedade, alguns machos dominantes constituem haréns com até dez fêmeas.

São muito sensíveis ao frio quando filhotes e muito sensíveis ao calor quando adultos, e por não conseguirem suar, chafurdam (*) na lama para se refrescar, o que lhes dá a fama de sujos, porém são animais higiênicos que defecam somente em alguns lugares, estabelecendo ‘latrinas’ em pontos determinados, mesmo em ambientes severamente limitados.

Os porcos são considerados por muitos animais com inteligência igual ou superior aos cachorros. São capazes de reconhecer seu nome, gostam de ouvir música, são capazes de passar horas brincando, se divertindo ou simplesmente deitados ao sol.

Criam fortes laços de amizade e se protegem uns aos outros. Capazes de reconhecer entre 20 e 30 indivíduos diferentes, incluindo humanos, os porcos habitualmente se cumprimentam pelo contato focinho-a-focinho ou emitindo sons de saudação.

Os porcos têm a necessidade de explorar o seu ambiente, e para isto recorrem ao seu focinho sensível e com enorme capacidade olfativa. Passam muito do seu tempo fuçando e forrageando (*). O olfato os ajuda a encontrar alimentos como raízes, frutas, cogumelos, etc.

As porcas estabelecem laços estreitos com seus filhotes. Em condições naturais chegam a caminhar entre 5km a 10km para encontrar um espaço isolado e protegido para construir um ninho seguro para suas crias. Após duas semanas do nascimento os leitões são integrados ao grupo onde começam a brincar de luta, fuçar, explorar o ambiente e ao curso de 12 semanas são desmamados e passam a se alimentar de sólidos.

(*) Chafurdar = revolver-se; atolar-se.
(*) Forragear = remexer, procurar por alimento e se alimentar.


Links Relacionados


- Gaiolas em Bateria

- Celas de Gestação e Parição